VÍDEO: Mulher agride funcionário homossexual em rodoviária de MT: “Você vai morrer”

Em vídeo, mulher faz comentários homofóbicos e afirma várias vezes que ela é “serva de Deus”

Uma mulher agrediu um funcionário homossexual de uma agência de turismo na rodoviária de Lucas do Rio Verde, a 330 km de Cuiabá, em Mato Grosso. Identificada como Rosenete Ribeiro Taques, ela foi detida e levada para a Delegacia Judiciária Civil da cidade.

 

Funcionários registraram a agressão no domingo (28). Em vídeo que circula na internet, é possível ver que Rosenete agride o funcionário e faz xingamentos homofóbicos, afirmando várias vezes que ela é “serva de Deus” e que “ele tem que morrer”.

 

“Me mata, se você não me matar, você vai morrer”, diz ela durante as agressões. O funcionário – que não teve a identidade divulgada – se mostra calmo durante o ocorrido, diz que não iria ser violento com mulher e pergunta o porquê de ela estar fazendo isso. “Se você fosse homem eu te respeitava, mas você é viado (sic)”, grita Rosinete.

 

Ainda no vídeo, ela continua a bater no rapaz, dá vários tapas e ainda joga um pedaço de madeira nele. A mulher também quebrou equipamentos do estabelecimento com um bastão, afirmando que “acima dela, só Deus”. “Você sabia que viado vai para o inferno? Eu tenho nojo de viado (sic)”, exclamou.

 

De acordo com as testemunhas, a confusão começou quando Rosinete foi ao local comprar uma passagem de ônibus, mas não aceitou ficar na fila e respeitar a distância entre as pessoas. Ao ser alertada pelo funcionário sobre as medidas de segurança, ela começou a ficar violenta e agredir o jovem.

 

O funcionário só recebeu ajuda com a chegada da polícia. Segundo a polícia, a família da mulher relatou que ela sofre de transtornos mentais e toma remédios controlados. De acordo com o site local Mato Grosso Mais, a Polícia Militar foi chamada e conduziu a mulher para a Delegacia Judiciária Civil, onde foi realizado boletim de ocorrência. Ela precisou ser contida pelo Corpo de Bombeiros para ser levada ao hospital, visando atendimento médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *