Polícia realiza operação de combate a furto de energia mediante fraude no interior do Maranhão

‘Operação Pandemia’ autuou pessoas e grandes empresas por roubar energia em período de quarentena.

Empresa de plantio de soja foi autuada por furto de energia na ‘Operação Pandemia’ realizada pela Polícia Civil

Empresa de plantio de soja foi autuada por furto de energia na ‘Operação Pandemia’ realizada pela Polícia Civil

A Polícia Civil do Maranhão realizou nesta sexta-feira (19) a ‘Operação Pandemia’ de combate ao furto de energia mediante fraude de grandes consumidores em período de quarentena. Várias pessoas foram autuadas, mas a polícia não informou o nome deles.

A operação da Superintendência de Investigações Criminais ocorreu em Sucupira do Norte, Mirador, Colinas, Santa Inês, Zé Doca, Nova Conquista, Pinheiro e São Vicente de Ferrer.

Madeireira autuada por exploração de madeira ilegal e furto de energia no Maranhão

Madeireira autuada por exploração de madeira ilegal e furto de energia no Maranhão

Em Sucupira do Norte, houve a autuação por furto de energia mediante fraude em uma área de 4.000 hectares para irrigação de soja do Maranhão.

Em Mirador, a polícia identificou um funcionário da Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) que fazia ligação clandestina para roubar energia elétrica. Já em Zé Doca e Nova Conquista, quatro madeireiras clandestinas foram autuadas com apreensão de transformadores e equipamentos para exploração de madeira ilegal.

Por fim, a polícia realizou uma autuação em São Vicente Férrer por furto de energia mediante fraude de prédios da própria Prefeitura Municipal, como no Prédio Administrativo, Secretaria de Saúde, Secretaria de Educação e Secretaria de Administração.

Com Informações PM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *