Delegados do interior do Maranhão são destaques no combate à criminalidade

A 18ª Delegacia Regional de Polícia Civil do Maranhão, dirigida pelo delegado Humaitan Silva de Oliveira (imagem), é responsável pelas cidades de Timon, Parnarama e Matões, apresenta números impressionantes referentes ao combate à criminalidade na Região que envolve cerca de 300.000 habitante.
Essa área do interior do Maranhão é anômala, pois faz divisa com o Estado do Piauí, através do Rio Parnaíba, além de ser conjugada com Teresina, capital com mais de 800.000 habitantes, a qual acaba exportando parte de criminosos para a cidade de Timon. Timon, por sua fez, absorve significativo número de delinquentes que migram de Teresina para Timon, e vice-versa, com o intuito de dificultar as investigações e, por conseguinte, a punição penal deles. Isso dificultaria o trabalho da Polícia Civil do Maranhão. Contudo, é preciso destacar que os delegados de Polícia Civil da 18ª Regional do Maranhão, das cidades limítrofes a Teresina, desempenham serviços dignos de nota. O combate às práticas delitivas é intenso. Não é preciso verificar pesquisas sobre isso, basta ver os resultados que vêm a mostra através de centenas de prisões, autuações, indiciamentos e remessas de inquéritos concluídos ao Poder Judiciário. As identificações e prisões de suspeitos em Timon são diárias. Têm origem de um trabalho profundo e qualitativo feito pelos policiais civis da região, com a coordenação dos delegados e ação proficiente dos investigadores e escrivães que aqui podem ser apontados. O engajamento dos delegados de Timon e região do interior do Maranhão, no desempenho de suas atribuições, é papel fundamental para buscar uma sociedade justa e segura. Demonstra um exemplo a ser seguido pelos demais delegados que buscam crescer como servidores públicos, cidadãos e policiais.
A sociedade maranhense, e até a piauiense, são as principais beneficiadas pelos resultados alcançados pelos policiais civis de Timon e região. Fonte: delegados.com.br

Sobre Irisnobre Bryan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *